Cadastre-se e fique por dentro das atualizações do nosso blog!

Seus dados estão seguros conosco

Duplo fator de autenticação: entenda porque sua empresa precisa utilizar!

Duplo fator de autenticação: entenda porque sua empresa precisa utilizar!

A segurança digital das empresas é um fator que está cada vez mais em pauta com o endurecimento das leis que regem o setor. Por isso, diversas empresas estão buscando soluções mais efetivas de controle e verificação da ação dos usuários de uma rede. Diante desse cenário, um dos caminhos mais procurados tem sido o uso do duplo fator de autenticação (2FA). 

A utilização dessa proteção se torna ainda mais necessária, uma vez que diversos ataques a sites, páginas de e-commerce e instituições financeiras, por exemplo, levaram a uma grande exposição de informações pessoais. Sem contar os prejuízos financeiros, que em algumas situações podem chegar a ser milionários, causado pelo hackeamento de contas e dados confidenciais.  

Dessa forma, se você ainda não conhece a autenticação de dois fatores e quer aprofundar no tema, está no lugar certo para conhecer a solução que vai ampliar a segurança digital da sua empresa. Vamos te mostrar o que é de fato o 2FA, como contornar o problema com senhas, os tipos de autenticação que existem e também apresentar o FortiAuthenticator, duplo fator de autenticação de alto desempenho. 

O que é a autenticação de dois fatores?

O que é a autenticação de dois fatores?

De uma forma geral, a autenticação de dois fatores nada mais é do que uma ferramenta de segurança digital que busca impedir que contas, páginas, redes, perfis, entre outros prestadores de serviço online sejam comprometidos na internet. Normalmente, o duplo fator de autenticação entra em ação no momento do login a um sistema, adicionando uma camada a mais de verificação de identidade para o usuário.

Ou seja, além de ser necessário informar a senha de acesso, também será preciso incluir um código temporário que pode ser enviado por um canal secundário ou gerado na mesma hora. Assim, a senha não é mais o único recurso de proteção. Sabemos que existem outras soluções para compor um sistema de segurança, mas esse se torna um dos principais recursos que os negócios estão adotando para proteger a sua parte digital.

Alguns exemplos de grandes empresas de serviços online que utilizam a autenticação em duas etapas são:

  • Facebook;
  • Google;
  • WhatsApp;
  • Bancos para validar transações bancárias.

O problema com as senhas

Todos sabem a importância de se criar senhas fortes, mas devido a grande quantidade de contas e as demandas do dia a dia, muitos usuários preferem simplificar essa etapa, estabelecendo senhas mais simples ou acabam utilizando a mesma senha forte para diversos sistemas. Exatamente por isso, o duplo fator de autenticação ganha ainda mais importância.

É preciso garantir a segurança digital, pois ninguém gosta de ter as suas contas acessadas indevidamente, ainda mais quando consideramos o setor corporativo, onde o vazamento de informações pode significar danos sem precedentes. Diante desse cenário, medidas de segurança à nível de usuários finais, como a autenticação de dois fatores, ganha mais importância.

Isso ocorre porque grande parte dos usuários que se conectam a uma rede corporativa por meio de uma VPN ou que acessam remotamente a sua conta de email profissional, por exemplo, utilizam apenas um usuário e senha. No entanto, esse método de proteção tem se tornado ineficaz com o avanço das ameaças. 

Sem a implementação das medidas de proteção corretas e mais modernas, a sua empresa está correndo risco na internet. 

Quais são os tipos de autenticação de dois fatores?

Quais são os tipos de autenticação de dois fatores?

O duplo fator de autenticação pode ser realizado de diferentes formas, de acordo com cada necessidade. Separamos abaixo os principais formatos. Confira. 

  1. Aplicativo autenticador

Este é o método considerado como mais confiável de autenticação de dois fatores, possuindo fácil acesso para uso, uma vez que pode ser encontrado em aplicativos do Google ou como em sites terceirizados que permitem o cadastro em várias contas. Além disso, esse modelo apresenta a vantagem de não ser dependente de uma conexão de rede para funcionar.

  1. Token USB

O 2FA também pode ocorrer por meio de um token USB conectado a um computador. Nesse caso, por contar com um conteúdo criptografado, os tokens USB acabam sendo menos utilizados, já que apresentam uma limitação de utilização em dispositivos públicos. 

  1. Cartão magnético

Essa, talvez, seja o método de autenticação dupla mais restrito que exista. Para que seja colocado em funcionamento, o método depende de um leitor próprio para os cartões. Normalmente, esse processo é aplicado dentro de empresas grandes, por times que não precisam se locomover para fora do escritório.

  1. SMS e email

Você, com certeza, ao fazer o login em alguma plataforma já teve que utilizar um código recebido por SMS ou e-mail para confirmar o acesso. Essa é a opção mais usual dentro do marketing digital, funcionando a partir do envio do código para que o usuário consiga realizar o login e acessar o conteúdo desejado. 

FortiAuthenticator: duplo fator de autenticação de alto desempenho 

FortiAuthenticator: duplo fator de autenticação de alto desempenho

O FortiAuthenticator, desenvolvido pela multinacional norte-americana que gera softwares, produtos e serviços de cibersegurança, Fortinet, é um gerenciador de identidade de usuário e logon único que simplifica e centraliza todos os acessos realizados, fortificando a segurança da rede corporativa. 

O seu funcionamento é fundamentado no armazenamento das informações de cada usuário, usando como fator diferencial a autenticação baseada no portal FSSO com widgets de rastreamento para reduzir a necessidade de identificações repetidas. A partir desse processamento, o FortiAuthenticator é capaz de realizar a gestão a identidade dos usuários, realizando a autenticação de dois fatores em toda a organização. 

Sem contar que o programa realiza o gerenciamento de certificado para implantação sem fio, VPN empresarial e convidados para segurança de rede com fio e sem fio, conseguindo oferecer a possibilidade logon único para redes internas e em nuvem. Ou seja, máxima segurança para a sua empresa.  

Outro diferencial do FortiAuthenticator é a oportunidade de contar FortiToken baseado em token físico, Token Mobile (para iOS e Android) e tokens de e-mail e SMS. Com isso, os usuários passam a contar com a segurança da autenticação em dois fatores de alto desempenho em diversas situações. 

Conclusão 

Em suma, o duplo fator de autenticação é um método de segurança cada vez mais necessário para as empresas que desejam, realmente, se proteger no mundo digital. Por isso, conte com a experiência de mais de 30 anos da Sigma Telecom para ajudar. Clique aqui e fale agora mesmo com um de nossos especialistas. Será um prazer te atender.

(Visited 145 times, 1 visits today)

Notícias relacionadas