Cadastre-se e fique por dentro das atualizações do nosso blog!

Seus dados estão seguros conosco

Melhores firewalls corporativos: Descubra os melhores de 2019

Quais os melhores firewalls corporativos de 2019

A sua empresa é segura? Mas, ela só apresenta um alto nível segurança do patrimônio físico ou também conta a presença dos melhores firewalls corporativos para a proteção do meio digital? Independente das suas respostas, entenda que o mundo corporativo contemporâneo exige muito mais no quesito segurança do que você possa estar pensando.

Dessa forma, o negócio necessita de máxima proteção em todos os âmbitos de atuação, principalmente no caso de se tratar de uma empresa exclusivamente online. Sendo assim, para te auxiliar na escolha do firewall ideal para o seu empreendimento, nós preparamos um conteúdo com os principais passos que você deve tomar para fazer a decisão mais acertada durante esse processo de escolha. Clique aqui e confira.  

Tipos de firewall

Tipos de firewall

Antes de qualquer coisa, para conseguir de fato saber quais são os melhores firewalls corporativos disponíveis no mercado, é preciso entender um pouco sobre o que é esse tipo de ferramenta. Com isso,  compreenda que firewall nada mais é do um programa de proteção de rede que usa de filtros de segurança para determinar se um pacote de informações, por exemplo, é seguro ou perigoso. 

Assim, uma empresa que deseja expandir os seus negócios e, por consequência, aumentar os seus lucros, é imprescindível contar com essa ferramenta. A partir dessa explicação inicial, veja abaixo os 3 principais tipos de firewalls existentes e as suas principais características.   

1 – Firewall Linux

Firewall Linux

Programa de proteção mais básico, o firewall Linux apresenta um baixo custo de aquisição, sendo assim, utilizado pela a maioria dos negócios que não contam com um grande investimento financeiro na parte Tecnologia da Informação. Isso ocorre, principalmente,  porque a ferramenta é construída em cima de um sistema operacional de código aberto.

Ou seja, não existe a necessidade de se realizar a compra de qualquer tipo de licença para uso, ficando restrito os custos apenas com a mão de obra para realizar a instalação e configuração da estrutura de proteção. Apesar disso, o firewall Linux só consegue fazer um controle das portas e protocolos da rede, o que já não é o suficiente para garantir a segurança digital das empresas.

Por isso, o programa acabou perdendo espaço com o advento e modernização de novas tecnologias. No entanto, essa ferramenta ainda fica marcada por ser instalada pelos fabricantes em praticamente todas as máquinas doméstica produzidas, como notebooks, por exemplo.

2 – Unified Threat Management (UTM) 

Unified Threat Management (UTM)

O UTM (Unified Threat Management ou em uma tradução literal para a língua portuguesa, 

Gerenciamento Unificado de Ameaças) não consiste somente em um simples firewall. Esse modelo de programa, assim como o próprio nome já deixa explicitado, trata-se de uma central que unifica todas as ferramentas de proteção que existem na rede.

Assim, em uma interface integrada, ficam, por exemplo, soluções em segurança digital como o antivírus, anti-spyware, anti-spam, filtros de URL, proxy, entre outros. Dessa forma, em um único processo de atualização do sistema, é possível adequar todas as ferramentas de proteção e continuar o seu funcionamento sem nenhum comprometimento

Além disso, para negócios que apresentam mais de uma unidade, independente da distância, algumas soluções de UTM apresentam outras vantagens. Desse modo, através desses sistemas é  possível realizar o encaminhamento remoto, tradução de endereços de rede e criar redes virtuais privadas.

3 – Next Generation Firewall (NGFW) 

Next Generation Firewall (NGFW)

Por último, mas nem de longe menos importantes, os NGFW ( Next Generation Firewall ou em português Firewall da Nova Geração) englobam, atualmente, os melhores firewalls corporativos que estão disponíveis no mercado. Assim sendo, esses sistemas foram desenvolvidos para atuar com uma performance de excelência na análise das demandas.    

Criados para suprir as carências de atuação das soluções tradicionais UTM, que em grande escala de atuação perdiam em qualidade, os NGFW atuam com tranquilidade mesmo com o constante aumento da velocidade do tráfego de dados das redes, que exige também respostas rápidas entre as máquinas. 

Com isso, esse tipo de firewall é o mais indicado para os grandes empreendimentos e para aqueles que também desejam chegar a esse status, já que o sistema garante máxima segurança do tráfego de dados e informações, independe da demanda. Além disso, os NGFW também consegue atuar em complemento com diversas UTMs ativadas, sem que exista qualquer perda. 

FortiGate Fortinet 

FortiGate Fortinet

Líder de mercado no aspecto segurança, a Fortinet, multinacional norte-americana, encabeça as listas dos melhores firewalls corporativos com o seu produto chamado de FortiGate. Com implantações flexíveis e um centro de dados avançado, o FortiGate consegue oferecer um desempenho escalável de serviços de segurança avançados, se utilizando nesse aspecto dos processadores de segurança (SPU) da rede.

Por ser um NGFW, o FortiGate também consegue oferecer uma maior visibilidade dos aplicativos em nuvem e dispositivos IoT conectados ao sistema, gerando automaticamente a topologia de ponta a ponta de toda a rede corporativa. Esse aspecto fortalece toda a cadeia de proteção da rede contra ataques conhecidos e desconhecidos.    

Além disso, o FortiGate está entre os melhores firewalls corporativos por oferecer um gerenciamento de segurança de alta qualidade. Através de uma política consistente de proteção e avançada tecnologia empregada, a ferramenta consegue apresentar um  painel de controle único para gerenciar ativos de segurança, independentemente do local.

Diante desse cenário, veja abaixos outros aspectos que fazem do FortiGate da Fortinet ser considerado um dos melhores firewalls corporativos disponíveis: 

  • Constantes atualizações para o aprimoramento do combate a ameaças que proporcionam uma proteção mais robusta;  
  • Segmentação escalável e latência ultrabaixa para defender setores da estrutura;
  • Compartilhamento de proteção das ameaças em toda a superfície de ataque digital para fornecer proteção rápida e automatizada; 
  • Redução da complexidade do controle da malha de segurança;
  • Acesso à nuvem criptografada com todos os tipos de tráfego com inspeção (SSL).

Conclusão 

Em suma, a sua empresa só fica completamente protegida quando consegue unir a segurança patrimonial física, todos os aspectos que também englobam as questões digitais. Sendo assim, contar com um firewall de qualidade deixou de ser um luxo para se tornar uma necessidade cada vez mais latente no cotidianos das empresas.

Agora que você á sabe quais são os melhores firewalls corporativos do mercado, que tal agendar um visita dos nossos especialistas no seu estabelecimento? Clique aqui e mude agora a segurança da sua empresa. 

(Visited 7.050 times, 14 visits today)

Notícias relacionadas