Cadastre-se e fique por dentro das atualizações do nosso blog!

Seus dados estão seguros conosco

Switch para empresas como escolher em 2020?

Todo empreendimento que deseja expandir as suas ações e, por consequência, aumentar a sua lucratividade, uma hora ou outra vai se encontrar na necessidade de ter uma rede de computadores e consequentemente um switch para empresas. Esse equipamento nada mais é do que uma extensão física dos nós de rede, ou seja, dos aparelhos que compõem a rede de transmissão de dados. 

A sua principal função é permitir que seja possível transmitir um maior número de dados ao mesmo tempo, sem que a qualidade e a velocidade da transmissão caia. Assim, mesmo que um pacote de informações demore mais para ser enviado, outros dados estão conseguindo ser transportados, mantendo a estabilidade do sistema.

Assim, o switch para empresas se torna um elemento básico para quem deseja evitar maiores dores de cabeça com o envio e recebimento de dados. Diante disso, continue a leitura e saiba como escolher o melhor equipamento para o seu negócio.   

Como escolher o melhor switch para empresas? 

Como escolher o melhor switch para empresas?

Para te ajudar nesse processo de escolha do switch perfeito para o seu negócio, veja abaixo um passo a passo do que deve ser feito:

1 – Switches L2 e L3

Switches L2 e L3

De início compreenda que existem, basicamente, dois tipos de switches diferentes. Um deles é chamado de L3 (camada-3 ou Layer-3), pois possui 3 camadas de atuação, sendo usado, principalmente, para o roteamento e distribuição de sinal. Enquanto isso, o L2 (camada-2 ou layer-2) é voltado mais comumente para a realização da conexão dos usuários com a rede.

Ou seja, ambos possuem funções complementares sendo necessário contar com os dois equipamentos para ter uma rede de tráfego de dados de qualidade. Assim, compreenda que de acordo com a sua demanda, será preciso “X” switches L2 e outros “Y” de switch L3 para atender todo o sistema.

Independente disso, já saiba que sendo utilizado para a distribuição de sinal ou acesso, o mais indicado é buscar por um switch gerenciável, que tenha total autonomia e que consiga suportar  VLAN e entroncamento através do protocolo 802.1Q.

2 – Entenda qual a sua necessidade de rede

Entenda qual a sua necessidade de rede

Uma etapa fundamental no processo de escolha do switch para empresas ideal para o seu negócio é fazer uma análise aprofundada da demanda da sua rede. Determinar todas as suas atuações e necessidades é fundamental para evitar que seja feito qualquer tipo de “gambiarra” após a instalação dos equipamentos.

Assim, com essa definição, fica mais fácil escolher o equipamento que atenderá a todos as necessidades. Felizmente, hoje em dia já existem switches que possuem a opção 10/100/1000 Mbps, suportando diferentes tipos demandas de tráfegos de dados, o que também ajuda nesse processo.

Isso se mostra de extrema importância, já que é possível estar pronto para possíveis ampliações do negócio. Mesmo assim, saber o tamanho da utilização da rede auxilia na compra dos equipamentos certos, o que reflete em uma economia também, já que não será necessário fazer uma nova compra de material. 

3 – Standalone ou Empilhável

Standalone ou Empilhável

Após a determinação da quantidade de equipamentos necessários em conjunto com a demanda de utilização da rede, também existe a necessidade de escolher a forma como esses switches vão trabalhar. Independente da sua utilização final, seja para distribuição ou conexão, todas as ferramentas podem trabalhar de duas formas: standalone ou empilhada. 

A primeira corresponde à atuação de forma independente, enquanto que a segunda diz respeito à utilização de vários switches, formando uma pilha ou stack de switches. Além da diferença de equipamentos usados, essas duas formas se diferem pelo fato de que uma pilha é conectada por cabos especiais de empilhamento, enquanto que a standalone faz uso dos cabos de uplinks. 

Com isso, se pode considerar uma pilha como um “super-switch” formado por vários switches menores, obtendo uma economia de esforço no gerenciamento da rede. Assim, novamente, é necessário levar em conta a demanda de utilização para conseguir definir qual o melhor método a ser utilizado.  

4 – Quais os recursos do equipamento?

Quais os recursos do equipamento?

Os recursos que os equipamentos oferecem é um outro ponto de extrema importância que deve ser levado em conta quando se deseja ter qualidade e eficiência na utilização de um switch para empresa. Isso porque com a convergência das redes, é possível que ao mesmo tempo estejam sendo utilizados diversos recursos e serviços.

Assim, por exemplo, a sua empresa pode fazer uso do tráfego normal de dados pela intranet do negócio, mas ao mesmo tempo, também enviar e receber dados de telefonia e vídeo sobre IP ou até mesmo fazer o gerenciamento do tráfego de redes sem fio entre os diferentes pontos de acesso.

Além disso, esses mais variados recursos de utilização também são importantes devido ao grau de exigência que uma rede pode sofrer. Isso porque pode utilizar a rede desde computadores e notebooks até smart-tvs e terminais de videoconferência, gerando alto tráfego de dados.

5 – Estabeleça os parâmetros mínimos de segurança

Estabeleça os parâmetros mínimos de segurança

Por último, mas não menos importante, a questão da segurança também deve ser levada em conta no momento da escolha de um switch para empresas. Assim, entenda desde já que a segurança de toda a rede começa pelas boas práticas de utilização do sistema, evitando que as ferramentas sejam comprometidas. 

Obviamente que somente isso não basta, já que os cibercriminosos estão com práticas cada vez mais avançadas de roubos de dados e espionagem, por exemplo. Assim, contar com recursos de proteção contra ataque de MAC-Flooding ou contra ataques ao serviço de DHCP são essenciais.  

FortiSwitch

FortiSwitch

Um exemplo de switch para empresas preocupadas com performance e segurança para ser utilizado nos mais diversos negócios, independente do seu tamanho, é o FortiSwitch, desenvolvido pela multinacional de tecnologia Fortinet. Assim, para solucionar as demandas mais exigentes do mundo dos negócios, esse equipamento da Série Secure Access oferece diversas vantagens. 

Com gerenciamento de rede em ampla escala, o FortiSwitch consegue otimizar o desempenho da rede sem deixar de lado a segurança do sistema. Além disso, possui uma utilização simples e que auxilia na escalonagem do negócio. Veja abaixos outras vantagens dessa ferramenta: 

  • Ativação automática de recursos de segurança em caso de algum problemas, mas sem ocasionar a redução da velocidade de transmissão;
  • Segmentação de rede para ajudar na conformidade da separação de dados;
  • Ativação do tráfego de dados, de voz e sem fio em uma rede única.

Conclusão

No meio corporativo atual é fundamental fazer uso de switch para empresas, uma vez que esse tipo de equipamento otimiza e potencializa as atividades da organização. Assim, para saber ainda mais sobre esse tema tão importante, clique aqui e confira. 

(Visited 43 times, 1 visits today)

Notícias relacionadas