Cadastre-se e fique por dentro das atualizações do nosso blog!

Seus dados estão seguros conosco

Tipos de videoconferência para empresas

Tipos de videoconferência para empresas

Atualmente, não existem mais dúvidas dentro do setor da comunicação que a criação da videoconferência revolucionou o formato e modo que nos comunicamos. Além do aspecto do trabalho, essa inovação também alterou a esfera particular de comunicação das pessoas, gerando um série de dúvidas sobre o assunto, como quais os tipos de videoconferência que existem e quais são os mais adequados para cada atividade.

No entanto, para conseguir sanar essas e outras questões relacionadas a essa tecnologia, é preciso compreender de fato o que ela representa. Entenda, que assim como o nome da ferramenta já deixa subentendido, uma videoconferência nada mais é do que uma conferência por vídeo, ou seja, uma conversa intermediada através de um sistema online.

Assim, isso representa que duas ou mais pessoas conseguem se conectar através da internet e de câmeras, conseguindo se ver e conversar entre si em tempo real. Diante dessa explicação Inicial, quer conhecer um pouco mais sobre tudo o que envolve esse assunto?

Então, siga com a leitura do artigo até o final e saiba qual foi a primeira utilização de uma videoconferência na história, os tipos de videoconferência e também quais os sistemas mais utilizados para a realização dessa comunicação. 

Primeira utilização de uma videoconferência 

Primeira utilização de uma videoconferência

O primeiro relato que existe na história da utilização de uma videoconferência aconteceu em 20 de abril de 1964, na Feira Mundial ocorrida no Queens, cidade de New York. Nesse evento, a AT&T apresentou o seu novo equipamento, o chamado Picturephone, um aparelho que usava a infraestrutura de telefonia existente para realizar as chamadas em vídeo.

Esse produto era bem rudimentar em relação relação tecnologia que já temos hoje, sendo baseado em um televisor de tubo de 6 polegadas e uma câmera bem simples. De qualquer forma, para servir como prova da funcionalidade do equipamento, a empresa organizou uma demonstração aberta ao público da feira.

Ficavam a disposição do público 6 cabines com o equipamento, sendo que cada pessoa poderia utilizar por até dez minutos para conversar com algum desconhecido que por acaso estivesse passeando por estandes similares da AT&T na Disneylândia, que fica na Califórnia,  também nos EUA.

Devido a rudimentaridade do sistema, só era possível fazer a transmissão do vídeo em preto e branco e com uma tecnologia analógica com no máximo 30 frames por segundo. 

Tipos de videoconferência 

Tipos de videoconferência

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a função de uma videoconferência e sobre a sua primeira utilização, chegou o momento de conhecer de fato os tipos de videoconferência que são mais usados. Compreenda desde agora, que independente do modelo escolhido, essa tecnologia é uma excelente forma de se reduzir gastos e dar agilidade aos processos de tomada de decisão, já que aproxima pessoas distantes de forma fácil rápida, evitando gastos com deslocamento.

Desta maneira, é preciso pensar na frequência de uso e no nível de profissionalismo que você deseja para escolher o tipo de videoconferência para usar. Diante disso, conheça abaixo os dois tipos básicos que podem ser adotados pela sua empresa a partir de agora: 

Videoconferência online simples 

Uma forma de videoconferência possível atualmente no meio corporativo, mas menos recomendada quando se é exigido um alto nível de profissionalismo e qualidade, é a chamada videoconferência online simples. Como a própria denominação dá a entender, esse modelo é bem simplificado, sendo recomendado a sua utilização apenas nos casos de comunicação com poucas pessoas e que não seja exigida uma alta qualidade de vídeo. 

Esses modelos possuem uma forma de utilização bem simples, podendo ser acionadas de qualquer local com uma conexão estável com a internet, sendo exigido apenas uma webcam e algum programa gratuito. Assim, pode ser de extrema utilidade para empresas que estão começando a se estruturar e que precisam se comunicar com alguém a distância.

O Skype, Hangouts e o plano gratuito do Appear.in são apenas alguns exemplos de programas que disponibilizam essa tecnologia de graça na internet, embora a qualidade de áudio e vídeo seja baixa nesses sistemas gratuitos existe a possibilidade de compra de kits de câmera e microfone, também de baixo custo, que melhoram a experiência dos participantes, como exemplo temos a Collaboration Unit CU360 da Avaya, que possui video full HD 1080p e suporte a monitores 4K.

Collaboration Unit CU360 Avay
Collaboration Unit CU360 Avay

Videoconferências profissionais

Dentre os tipos de videoconferência, também existem aqueles modelos que oferecem uma uma maior qualidade e eficácia na sua realização, sendo indicados para aqueles que desejam profissionalizar a sua comunicação. Dessa forma, por serem soluções mais completas, essa ferramentas necessitam de equipamentos mais especializados que proporcionem uma alta qualidade de vídeo e áudio.

Para conseguir chegar nesse nível de qualidade existem diversas opções, que podem ir desde da compra de kits com com câmeras, microfones e cabos até a construção de espaços dedicadas a essa atividade, com equipamentos de ponta. Assim, ao contrário da utilização de uma webcam, por exemplo, o vídeo e o áudio serão captados de forma mais ampla e com menos ruídos.

Além disso, também existem algumas empresa que fornecem sistemas dedicados para a realização das videoconferências conhecidos como CODEC’s. Esse é o caso da Avaya, Cisco e Polycom, parceiras da Sigma Telecom e que dispõem de modernas ferramentas de comunicação. 

Codec Avaya Scopia XT4300
Codec Avaya Scopia XT4300

Sistemas de videoconferência 

Aliado aos tipos de videoconferência, existem diferenças nos sistemas usados. Assim,   quando apenas duas câmeras estão conectadas na videoconferência o sistema utilizado para a comunicação é denominado de ponto a ponto. Já nos casos com três ou mais câmeras, o sistema utilizado é o multiponto, que muitas vezes faz uso do software chamado MCU (Unidade de Controle Multiponto).

Além disso, quando se utiliza a videoconferência é possível fazer uso de dois modos distintos. O primeiro é chamado VAS, um switch ativado por voz onde a janela de vídeo que fica em destaque é a da pessoa que estiver falando no momento. Um segundo modo é denominado de presença contínua, pois as janelas de todas as câmeras conectadas são exibidas simultaneamente.

Conclusão 

Em suma, os diferentes tipos de videoconferência existentes conseguem atender todas as demandas, servido de base para comunicação de quem ainda não tem tanto recurso como para aqueles que precisam de um ao nível de qualidade e profissionalismo. Para saber um pouco mais dos equipamentos necessário para a realização de uma boa videoconferência,  clique aqui e confira.

(Visited 28 times, 1 visits today)

Notícias relacionadas